Fim de uma maré

Atualizado: 24 de nov. de 2020


O mar, mostra-se irado.

O vento, o lado forte.

Mantenho-me calado.

Há um pronuncio de morte.

A mulher, que aqui chora.

O barco, que ali vira.

O tempo, que assim muda.

Íntima despedida.

O limite, atingiu-se.

O imperfeito, partiu-se.

Faleceu na sua hora.

O luto, cobre a cara.

Houve-se um toque triste.

O pálido, aí existe.

Acabou uma maré.

Chegará outra corrida,

Sem que algo bata o pé?

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo