Qual calçada?!


Dou passos tão bem dados.

Sentidos, carregados.

Nesta calçada idiota.

Que namora o ridículo,

Por se dizer incerta

Ou deserta de zelo.

Apenas alguém oco,

Se chama calceteiro.

Tendo nesta obra pouco,

De artista verdadeiro!


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo